Siga-nos no Google Plus Siga-nos no twitter Siga-nos no FaceBook

Copa das Confederações 2013 – Brasil : Neymar dá entrevista e diz que não se preocupa com jejum de gols e falou das diferenças entre jogar no Santos e na Seleção

13 de junho de 2013
Por
Em coletiva de imprensa em Brasília, o atacante da Seleção Brasileira ressaltou a união do grupo - Foto: Mowa Press

Em coletiva de imprensa em Brasília, o atacante da Seleção Brasileira ressaltou a união do grupo – Foto: Mowa Press


Entra Neymar e os flashes se multiplicam. As atenções de jornalistas de todo o mundo, sobretudo brasileiros, espanhóis e japoneses, voltam-se  para a entrevista coletiva desta quinta-feira (13.06) no Brasília Palace Hotel.

Em meio a dezenas de perguntas, Neymar mostrou que está feliz com a evolução do grupo da Seleção e sente que a equipe está se tornando um time. “O entrosamento está ficando cada vez melhor. As qualidades individuais vão sobressair naturalmente, podem ficar tranquilos”, disse.

Ele ponderou que o grupo ainda tem muito a evoluir e espera mostrar essa evolução a cada jogo, da Copa das Confederações até a Copa do Mundo, “o grande objetivo da equipe”.

Em relação à convivência fora de campo, o atacante não poupou elogios. “É um grupo excelente, as pessoas se dão bem, acho que não tem rivalidade alguma. Todo mundo conversa com todo mundo, parece que somos amigos desde criança”.

Camisa 10

Neymar falou da importância de vestir a camisa 10, mas frisou que o peso é da camisa da Seleção, independentemente do número.  Sobre as cobranças, disse que são naturais e que ele mesmo se cobra muito. Falou que precisa se preocupar é com os treinamentos e com a atuação em campo. “Deus me deu o dom de jogar futebol e me deu outro dom que é o da paciência. Sou tranquilo, todo mundo tem a sua responsabilidade”, disse.
Jejum

Com a mesma tranquilidade, ele respondeu uma pergunta sobre o que representa o jejum de 842 minutos sem gols: “Nada. Isso não muda nada. Tenho que trabalhar para que os gols saiam no melhor momento”.
Barcelona

Neymar falou sobre a realização do sonho pessoal e da família ao ser apresentado pelo Barcelona. Disse que sabe que vai evoluir no clube catalão, já que “para qualquer lugar que a pessoa vai, ela vai para evoluir”. “Mas estou focado na Seleção, porque vamos disputar um grande campeonato, uma das principais competições da minha carreira”.
Espanha

Neymar elogiou a Seleção Espanhola e disse que é uma das favoritas a chegar à final. “Acho que jogar contra a Espanha, se possível numa final, será um grande prazer e vou fazer de tudo para poder vencer”, disse.

O atacante também mencionou jogadores que são destaques em outras Seleções, como o atacante italiano Mario Balotelli e os japoneses Kagawa e Honda.

Santos x Seleção

De forma geral, Neymar falou que jogar contra Seleções é diferente das disputas por clubes, já que as oportunidades de ficar com a bola são menos frequentes e exige-se do jogador uma atitude diferente.

“Você tem de pensar rápido quando joga contra Seleções. Exige movimentação, inclusive sem bola. Talvez seja isso o mais diferente em relação ao que fazia no Santos”, disse.

Ele também explicou que nunca mudou o jeito de jogar, mas que é necessário seguir as orientações do técnico e a forma de jogo da Seleção. “O treinador passa algumas coisas dentro de campo, de marcar, de movimentação, e claro que não tem como ser aqui o que eu era no Santos”,disse.

Sobre o apoio dos brasileiros, o desejo do craque não poderia ser diferente:  “Da torcida a gente espera o apoio, o carinho, incentivando, como todo jogador gosta, a torcida gritando, porque aqui a gente está defendendo o nosso país”.

Com informações de Carol Delmazo – Portal da Copa

Tags: , , , , ,



Preencha os seus dados e comente abaixo.
Nome
Email(não será divulgado)
Seu Comentário:
 

Feito em WordPress.
Esporte 2014 .
Artigos em RSS | Política de privacidade | Contato | Anuncie Aqui